REGULAMENTO VACA PARADA INTERNACIONAL

 Art. 1º – A prova será dividida em seis categorias:

– piazinho e bonequinha com idade de até 05 anos

– piazito e prenda mirim com idade de 06 anos a 07 anos

– piá e prendinha com idade de 08 anos a 10 anos

Art. 2º – A vaca parada (vaquinha) deverá der de madeira e fornecida pelo promotor do evento, medindo 0,60m de altura por 1,00m de comprimento, aspa 4 cm.

Art. 3º – A pista será coberta medindo 08X16 metros.

Art. 4º – A armada será de tamanho livre e deverá ter no mínimo três rodilhas.

Art. 5º – A prova será realizada com laço de couro, não sendo permitido o uso de corda.

Art. 6º – A armada é lançada até a raia marcada para tal. A raia ficará distante 01 (um) metro para piazinho e bonequinha,piazito e prenda mirim. 02 (dois) metros para piá e prendinha.

  • 1º – Perderá a armada o laçador que não respeitar a distância para lançar o laço (queimar a raia).
  • 2º – Ao laçador de até 03 (três) anos de idade não será cobrada raia, somente quando do aumento da raia na disputa, se necessário, deverá obedecer a raia de 01 (um) metro da vaquinha.

Art. 7º – O laçador deverá estar pilchado. Quem perder o chapéu ou qualquer parte da indumentária durante a prova e/ou derrubar a vaquinha, terá sua armada invalidada.

Art. 8º – O participante não poderá estar boleando o laço antes de ser chamado.

Art. 9º – A armada terá a confirmação de um jurado que poderá ter ao seu lado um auxiliar que servirá de “gancheiro” e um juiz de raia.

Art. 10º – Será nula a armada que, ao ser lançada, cair no pescoço ou entrar no focinho e sair. No caso da necessidade de limpar a anca ou “pescar” a 2ª aspa, o laçador terá até 10 (dez) segundos para isso.

Parágrafo único – A sobra do laço deve estar presa na mão, evitando que a presilha fique solta no chão, sob pena de anulação da armada.

Art. 11º – No caso de desempate, a cada 03 (três) voltas deverá a raia ser acrescida em 0,50 metros a distância de lançamento do laço, valendo para todas as categorias.

Art. 12º – O laçador, paisou qualquer indivíduo que venhacausar desordem está sujeito a desclassificação da prova e/ou expulsão do evento.

Art. 13º – Os vencedores, para receberem a premiação, deverão apresentar RG ou certidão de nascimento.

Art. 14º – Inscrições devem ser feitas pelo site do CTG ou na secretaria da campeira até o dia 07/02/2020 às 18 horas.

Art. 15º – O Promotor do Evento reserva-se o direito de alterar a programação, bem como, o horário das mesmas.

Art. 16º – Casos omissos a esse regulamento serão definidos pela comissão julgadora e patronagem do CTG Porteira do Rio Grande.

Compartilhe...